sábado, 22 de maio de 2010

Sou frágil... sou forte..


Roger Hudson, O menino medroso seria o adjetivo certo para definir-me. Eu queria ser corajoso, valente, mas isso passa longe de mim. Tenho Medo de altura, de escuro... de perder pessoas que amo, de não poder realizar todos os meus sonhos, medo de cair da escada, de tropeçar em uma pedra, medo de ficar perdido, de não acordar de manhã, de esquecer quem sou, de perder a memória, medo do caráter das pessoas, da caminhada que ainda tenho que percorrer neste minha vida, medo do rumo que minha história esta seguindo ( será ela certa ou não?), medo da humanidade, da desumanidade, medo do homem que fala alto demais quando quer chamar a atenção, medo da mulher vulgar que acha que corpo é tudo, medo do sol que pode acabar com minha pele, medo da noite que pode me trazer pesadelos, medo da separação dos meus amigos, da separação das minhas idéias. Tenho medo de perder as mulheres mais especiais da minha vida ( minha Mãe, Minha Vovó, minha Tia Lilian, minha amiga Luana), Medo de não conhecer frente a frente minha diva Anahí, medo de não ver meus afilhados crescerem, medo de não ser tão competente como sempre achei que fosse. Tenho medo de um dia tirarem meu tapete, destruírem minha imagem, acabarem comigo por tão pouco, tenho medo do sofrimento ( logo eu que já sofri por tudo e tão pouco) , tenho medo das lágrimas que corre nos rostos do ser vivente ( Até que ponto são verdadeiras?), tenho medo do amor que as pessoas dizem que tem no coração e que estão distribuindo ao próximo, da hipocrisia, da falsidade ( dentre todas acho essa pior, ela acaba com o ser humano de uma forma horrível.) Tenho medo e como tenho disso >> tenho medo do adeus, da despedida de nunca mais ver uma pessoa que tanto dediquei meus dias, tenho medo da saudade, pois ela enlouquece ( já quase me matou uma vez). Tenho medo de amar, amar errado, amar de novo, amar por amar, amar e não ser amado tenho medo do amor de novo. Tenho medo do tempo, ele anda me trazendo a idade, dizendo que tenho que ficar mais velho, que daqui a pouco algumas pessoas vão embora porque ja está na hora, tenho medo porque é ele que diz que a festa acabou que o beijo acabou que estou atrasado, é ele que diz que minha vida está passando diante de meus olhos e eu não tenho muito que fazer a não ser Viver. Tenho medo da chuva branda que me traz resfriado, e da chuva forte que me traz desespero. tenho medo do vento, ele me lembra situações difíceis em que eu não fui capaz de resolver e deixei ser levado pela acomodação. Tenho medo do Branco, por ser tão branco e, eu, sem querer poder sujar. tenho medo de falar e falar errado, não gramaticalmente , mas falar errado no sentindo de ofender que não é para ser ofendido, na hora em que tem que ser. Tenho medo de respirar e achar que to matando um japonês como disse chaves. kk
tenho medo de gritar a acordar minhas lembranças e elas voltarem a me atormentar. Tenho medo de nunca parar de ter espinhas, de nunca ter o cabelo liso. kk tenho medo der ser adulto, já quase sou, mas prefiro achar que ainda sou um jovem que pode tentar curtir a vida. Tenho medo de ter 25 anos, assim como tive medo de ter 10,15, 16 e assim por diante. Tenho medo de nunca ganhar meu presente de 6 anos ( Minhas asas), Tenho medo de voar de asa delta ( mais eu quero). Tenho medo que a única coisa que eu tenha para contar para meus netos seja que eu tive medo...
medo de tudo...
Mas sabe o meu medo faz parte da minha arte de viver. Quanto mais medo eu tenho das coisas, mas eu arrisco a fazer. E eu não sossego enquanto não consigo. O medo é minha motivação. O medo é minha porta. É através dele que eu me olho no espelho e digo a mim mesmo que eu Posso... Porque não??
Quem sabe um dia esse mesmo medo se canse de me amedrontar, talvez seja o dia em que eu fecharei meus olhos para sempre. Porque ter medo, sentir medo faz parte da personalidade do menino David França. É minha marca. Minha identidade. E Eu amo ser assim.
Sou frágil... Sou forte..
sou como um copo de vidro já ouviu falar??
Se me tacarem no chão... Infelizmente eu quebro... Mas se pisarem em mim... Eu corto! OBS:
A única coisa que não tenho medo é de dizer Eu Te Amo Dhyogo.