sábado, 27 de novembro de 2010

Há Momentos


Há momentos na vida em que sentimos tanto
a falta de alguém que o que mais queremos
é tirar esta pessoa de nossos sonhos
e abraçá-la.

Sonhe com aquilo que você quiser.
Seja o que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que se quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes
não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor
das oportunidades que aparecem
em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passam por suas vidas.

O futuro mais brilhante
é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida
quando perdoar os erros
e as decepções do passado.

A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar
duram uma eternidade.
A vida não é de se brincar
porque um belo dia se morre.

sábado, 20 de novembro de 2010

A Certeza Que Só Amor Tem


Meu querido Dhyogo José de Oliveira Lopes
Rio de Janeiro, 19 de novembro de 2010.

A Certeza Que Só Amor Tem esta cartinha pretende reafirmar tudo o que eu sinto por você. Pretende dizer-lhe mais uma vez o quanto sou feliz em poder tê-lo comigo, mesmo que seja eventualmente e por menos tempo do que eu realmente gostaria... Por favor, não entenda isso como uma cobrança, pois os momentos em que estamos juntos compensam plenamente aqueles de distância ou ausência. Aliás, quando ficamos muito tempo sem nos ver e principalmente sem nos tocar, aprendo a valorizar os momentos em que você é único e exclusivamente meu. Quando você está longe ou impossibilitado de estar comigo sinto saudades, admito, mas é um tipo de saudade que não me traz nenhuma tristeza, mas até me prepara e excita para que eu possa me entregar inteiro, de corpo e alma, aos seus carinhosos toques, na primeira oportunidade. Gosto do tipo de relacionamento que conseguimos desenvolver. Acho muito bom termos enxergado no outro, não um problema a mais em nossas vidas, mas exatamente o contrário: alívio, conforto, prazer ,diversão e o mais precioso o “Amor”. Sei que muitos meninos não se sentiriam confortáveis nem felizes carregando este rótulo de "namoro" ou, como costumam dizer, "Prisão". Mas, eu não me importo, pois sei que quando você está comigo recebo o que você tem de melhor. Gosto muito da forma como você se entrega a mim e é por isso, também, que, sem lhe cobrar nada e sem fazer nenhum esforço, sou capaz de lhe dizer que sou muito feliz assim. Nem sei porque estou lhe dizendo essas coisas, acho que nem seria necessário lhe mandar esta cartinha, mas me deu vontade e eu fiz! Eu sinto que você me quer, precisa de mim, mas será que eu estarei ao nível de suas expectativas? Eu queria uma certeza, quantas vezes vislumbrei o que seria o derradeiro e nem início era.. Quantas vezes esperei contar e só senti se afastarem e eu ficar no chão... Eu quero a certeza do absoluto. A afirmação positiva. Não quero os sonhos dos loucos, nem a vontade dos sem-alma. Eu quero a certeza da vida. A afirmação do amor. Não apenas um amor carnal e dirigido, mas do sentimento verdadeiro que se entranha na alma e que não existam mágoas, que não dissolva. Quero ter a certeza premonitória que posso mergulhar, que não encontrarei uma pedra. Quero a certeza da luz que não se machuca nos espinhos, penetra as sombras, não se inibe no mar... Ou a certeza ou nada! Duas almas que constroem uma estrada juntos, não sabem como esse trajeto será, mas apenas têm uma certeza quase sobre-humana que têm que construir juntas. São vidas independentes, mas harmônicas. São autônomas, mas responsáveis. Consistentes no que sentem e têm a certeza do que realmente sentem. Não é um "eu acho", "pode ser", "quem sabe", "vamos tentar", "se der certo"... É a certeza que só o verdadeiro amor tem. Que não tem fronteiras, nem modos, um amor que não espreita, não sucumbe, nem apenas existe para satisfazer nossos pequenos egoísmos.

Seu Namorado, Roger Hudson Lopes de Oliveira.

Te Amo!!!

domingo, 14 de novembro de 2010

"Aleph"


Voy a subirme a este tren
No me importa el destino
Quiero estar conmigo
Saber que también
Yo valgo la pena
Y que mi corazón ha estado tan tibrio
Por falta de amor
Y en este vagón
Vi en los ojos de alguién mas
A tu corazón
Aleph.


segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Se algum dia, em muito tempo, vocês não se recordarem do passado, lembrem somente que 6 pessoas, deram a vida para fazer vocês felizes.


Os felizes sobreviventes da “rebeldemania”, de 2006, da época em que os cabelos vermelhos e estrelas na testa eram muito mais comuns do que em qualquer outra. Somos o que restou do fenômeno que ninguém soube explicar, mas pelo qual todos foram fascinados. Somos a memória e a saudade viva de toda magia que tomou as estações de rádio, a TV e todas as bancas de revista. Somos os que sentem eternamente a falta de cada detalhe de tudo aquilo, mas também os donos da certeza de que construímos um sonho sem limites e sem final. Somos hoje dulcetes, anymaníacos, pollitos, perronitos, uckermaníacos, ponchitas… Mas acima de tudo e além de todos os atritos, somos parte de uma mesma história, unidos por um mesmo amor. Pra sempre R-B-D.

sábado, 31 de julho de 2010

Ria de você mesmo


Lembre-se que um pouco de amor dura muito.
Dura sempre! Lembre-se que a amizade é um investimento sábio.
Os tesouros da vida são as pessoas.
Perceba que nunca é tarde demais.
Faça a coisa simples, de uma forma simples.
Tenha saúde.
Viva melhor.
Faça como os passarinhos.
Comece o dia cantando. A música é o alimento para o espírito.
Cante qualquer coisa, cante desafinado, mas cante!
Cantar dilata os pulmões e abre a alma para tudo
de bom que a vida tem por oferecer.
Se insistir em não cantar, ao menos ouça muita música
e deixe-se absorver por ela.
Ria da vida. Ria dos problemas. Ria de você mesmo.
Ria das coisas boas que lhe acontecem.
Ria das besteiras que fez. Ria abertamente para que todos
possam se contagiar com a sua alegria.
Não se deixe abater pelos problemas.
Se você se convencer de que está bem,
vai acabar acreditando e se sentindo bem.
O bom humor, assim como o mau humor, é contagiante.
Qual deles você escolhe?
Leia coisas positivas. Leia bons livros, poesias,
pois a poesia é a arte de aceitar a alma.
Pratique algum esporte.
O peso da cabeça é muito grande
e ter que ser contrabalançado com alguma coisa.
Você certamente vai se sentir bem disposto,
mais animado e mais jovem.
Encare suas obrigações com satisfação.
É maravilhoso quando se gosta do que faz.
Ponha amor em tudo o que estiver ao seu alcance.
Quando for fazer alguma coisa, mergulhe de cabeça.
Não viva emoções mornas, próprias de pessoas mornas.
Não deixe as oportunidades que a vida oferece. Elas não voltam.
Nenhuma barreira é intransponível se você estiver disposto a lutar.
Não deixe que os problemas acumulem. Resolva-os logo! Fale.
Converse. Escute. Brigue.
O que mata é o silêncio e o rancor.
Exteriorize tudo, deixe que as pessoas saibam que você as estima,
as ama, precisa delas, principalmente em família.

domingo, 25 de julho de 2010

Nostalgia




Não tenho palavras apenas sentimentos estampados no fundo dos meus olhos.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

O Frio


É tão bom quando vem o frio, fico sentado encolhido em frente ao PC. A chuva lá fora me trás a impressão de que o ciclo da vida completou-se e de que hoje é um dia onde tudo foi feito.

O frio me trás um bem que nenhuma outra sensação consegue.
É no frio que eu me visto melhor, que eu durmo em posição fetal, me dá mais segurança, que a cidade fica mais bonita, as ruas ficam mais vazias. Que o pão fica mais quentinho, que a sopa é feita, que o churrasco na varanda fica mais gostoso e o vinho mais saboroso.

É nessas horas que aquele filme de terror do lado de quem você gosta se torna perfeito.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Simplicidade até o fim da minha vida.



É nas coisas mais simples da vida e do mundo que encontramos a verdadeira felicidade!


Eu sou simples! Eu quero coisas simples.
Eu quero um amor simples!
Eu quero Sonhar! eu quero um amor eterno, com lembranças "Eternas"
Eu quero simplicidade até o fim da minha vida.

Estou me "cansando"

Neste imenso mundo, apenas somos pequenas partículas que se movimentam em torno de objetivos próprios, e lá de cima, apenas lá de cima, há alguém que nos pode julgar. Ninguém é dono da palavra e pode criticar as ações das outras pessoas.

Vendo o rumo sem destino daquilo que me rodeia, deixa-me triste e com vontade de gritar e desaparecer para o infinito, lugar onde seja tudo perfeito e não haja guerras, nem ciúmes nem qualquer outro tipo de intriga e que possa ter o descanso eterno, sei também que esta vontade é uma utopia, e a realidade deste desejo é a morte. Não a quero encarar como solução para todos os males, e não é a melhor forma de fugir aos problemas, mas começo a não ter forças para lutar…

segunda-feira, 5 de julho de 2010

O primeiro passo é vencer a si mesmo


Me inspirei para fazer este texo lendo um comentario do "Rafael Carvalho", onde ele diz que,
somos nosso maior empecilho, pense nisso. Muitas vezes sequer sabemos o que realmente desejamos, outras vezes, mentimos para nós mesmos. O primeiro passo, é vencer a si mesmo.


Para muita gente, vencer na vida é o objetivo máximo de sua existência. Chegar lá – onde quer que esse “lá” seja – consome toda a sua atenção, energia e esforços. Os sonhos e metas de vida da grande maioria das pessoas geralmente estão ligados à noção de vencer na vida.
Não, o meu argumento não é de que dinheiro não traz felicidade ou de que vencer na vida não é importante e que “paz, amor e felicidade” é o que devemos buscar.


Vencer na vida, conceito que geralmente se traduz como “sucesso financeiro”, é absolutamente necessário. Quem ainda não venceu na vida desperdiça uma absurda quantidade de tempo tentando chegar lá, muitas vezes não por ambição, mas por necessidade mesmo. A nossa tendência natural como seres humanos é tentar eliminar o que nos causa stress e buscar uma condição de equilíbrio. Se a falta de dinheiro nos causa ansiedade e preocupação, é natural colocarmos toda a nossa energia e atenção na geração de mais dinheiro para que tenhamos o suficiente para não nos preocuparmos mais e podermos usufruir de uma condição de maior equilíbrio emocional.

O problema é que dinheiro é somente um recurso. Se pensarmos em termos de propósito de vida, a busca de dinheiro não faz sentido para a maioria das pessoas. Contudo, sem ele não é possível se dedicar a nenhum outro objetivo! É por esse motivo que vencer na vida é o primeiro passo para que se possa colocar mais atenção e energia no próprio propósito de vida, seja ele qual for.

A estratégia é: vencer na vida o mais rápido possível e conquistar o direito de usar o tempo da forma desejada sem ter que fazer nada por necessidade, somente por motivação e vontade.

Entretanto, não aprendemos como vencer na vida na escola! Tampouco nossos pais nos ensinaram! O que aprendemos é que devemos ser “bonzinhos”, obedecer nossos professores, fazer a lição de casa, decorar tudo o que nos é ensinado para nos darmos bem nos testes. A promessa é que, se fizermos tudo direitinho, ao crescermos, alguém nos dará um emprego bom e seguro e então venceremos na vida! Desculpem o termo, mas quão idiota é esse raciocínio?! Basta olhar em volta e ver que aqueles que obedecem, decoram e são bonzinhos acabam num cubículo obedecendo a ordens de um chefe qualquer em troca de um salário miserável no final do mês. O oposto do bonzinho, aquele que carrega nas costas um histórico de rebeldia, descaso para com o sistema e uma vida escolar no vermelho, tem muito mais chances de vencer na vida! Grande parte dos milionários e bilionários atuais tem pouco ou nenhum estudo e não se apegaram ao que aprenderam na escola para construir seu sucesso.

Quanto aos nossos pais… Bem, eles fizeram o melhor que puderam. Eles mesmos não sabiam o segredo para vencer na vida. Alguns chegaram lá, mas talvez não soubessem ensinar realmente o que fizeram para nos poupar tempo e preocupação com o assunto.

Para finalizar quero falar sobre empecilho, Somos nosso maior "empecilho"


O medo é realmente um empecilho à vida? Vc tem medos?

O medo úm sentimento comum. Pode ser rassional ou irracional, e no ultimo caso tornasse um grande impecilho na vida de muitos... Mas de modo geral temer é natural. E as pessoas corajossas não são aquelas que não tem medo, são aquelas que os superam. Para ser uma pessoa melhor é importante aprender a controlar, não reprimir, e consequentemente vencer o medo.


Coragem, atitude, fé e determinação. Sem isso, você será o verdadeiro autor de sua vida ser um empecilho.

Empecilho: Impedimento, Obstáculo

Obs: pode não parecer, porém é comum o muitas pessoas escreverem esta palavra erroneamente, ultilizando impecilho, ao invés de empecilho. isso se deve, pois, erram também ao pronunciar tal palavra, provavelmente por associarem essa palavra ao verbo impedir.

domingo, 4 de julho de 2010

Vá em frente! Realize seus Sonhos!


Talvez não seja a melhor opção, mas temos que escolher um caminho para seguir. Ficar parado no tempo não dá! Deixar a vida te levar pode ser mais fácil, e parecer uma maneira melhor de levar a vida por algum tempo, mas logo você enxergará que sem tomar atitudes sua vida não irá "andar" para frente, ou para lugar algum...
Você pode até errar muito, mas com certeza aprenderá algo de útil com esses erros. Acredito que nada na vida seja por acaso, se aconteceu foi por alguma razão.. Você pode não saber qual no momento, mas um dia ela se revelará. Ou procurando melhor, talvez você a encontre...
Com o tempo, o certo será você adquirir sabedoria, para não repetir os mesmos erros e saber sair dos problemas em que entrar, afinal, nem o mais sábio está livre de problemas.. Eles aparecem para todos, apenas mudam suas proporções.
Mesmo errando menos, e sendo sábio para escapar dos problemas as coisas ainda podem dar errado. A vida não é uma fórmula matemática onde se (não errar + ser sábio = vida perfeita) existem muitas variantes que interferem no percurso da nossa vida. Normalmente são as ruins que nos atrapalham mais, mas algumas boas, ou ótimas, podem atrapalhar muito.. Podem nos tirar o rumo, fazendo com que fiquemos perdidos... E acabemos atraindo, de certa forma, as variantes ruins.
Enfim, não há uma maneira correta, ou um caminho certo... Você terá que fazer seu caminho, inventar suas fórmulas, encontrar seus atalhos, encarar os desafios... E sempre seguir em frente. Mas nunca deixe de olhar para trás, apenas nunca volte!
...não voltar não significa não re-encontrar com o passado!


O Universo conspirar para realizar nossos verdadeiros "Objetivos e Sonhos". Basta desejarmos verdadeiramente do fundo de nossa alma que é possivel!

sábado, 3 de julho de 2010

Esperança que ainda será...


Tem dias que dá tudo errado.. Nada está a nosso favor.. Que o azar toma conta de tudo.. Aí vem na cabeça, "por que isso? por que comigo?".. As esperanças escorrem entre os dedos e tudo que sobra, é só a tristeza.. Em dias assim, vejo filmes.. De preferência romances.. Hoje vi um.. Esperava apenas um romance cotidiano, mas não foi.. Lembrei de algumas coisas que estavam escondidas num canto escuro dentro de mim.. Filmes fazem renascer a esperança que existe aqui dentro.. Me faz acreditar que ainda terei minha história... Uma história digna de ser contada.. Que me faça rir, mas também chorar.. Que seja adulta, mas com seus momentos de criança.. Que não seja perfeita, mas que seja linda.. Pode até ser muita "viagem" minha, mas não abro
dessas "viagens".. Elas me fazem bem, me fazem acreditar que posso fazer o que tenho vontade.. Me lembram que as vezes pode demorar muito até que tudo se encaixe.. Que no caminho existem pedras, e as vezes podem ser bem grandes.. Mas que um dia alguma coisa dá certo.. Que temos que correr atrás, olhar o lado bom.. Como dizia no filme, "...as vezes por maior que sejam seus esforços a vida te dá limões, e você tem duas escolhas, ou fica chateado, ou faz uma limonada.".. Procuro sempre fazer
minha limonada, por mais amarga que fique, continuo tentando adoçá-la.

Surpreendente, nada mais!



Nunca, em hipótese alguma, imaginei algo assim...
Tão... Tão perfeito, mas ao mesmo tempo tão errado...
Não que seja de fato errado, mas por saber que nada é mesmo perfeito...
Ficar sem ação, sem palavras, sem reação...
Foi novidade, foi bom...
Foi como um filme que ainda não chegou ao fim...
E que não quero que chegue...
Um filme que se der 'pause' e parar aqui, já foi ótimo...
Receio ao que vem por aí, medo do que possa surgir...
Talvez o passo não deveria ter sido dado...
Talvez deveria ter feito algo...
Talvez não fosse pra ser...
Talvez... O que seria a vida se fosse feita de "talvezes"?
Não existe voltar ao passado, não tem como desfazer aquilo já feito...
Não tem como ser bom pensar demais...


Bateu saudade da época em que o coração era gelado, que "apenas" isso não me fazia pensar tanto...
Mas assim que eu deitar a cabeça no travesseiro deixarei isso de lado, deixarei para o tempo me dizer como pensar...
Deixarei para que ele me leve até onde devo ir, que ele guie meu caminho...

É rir pra não chorar... Não?

Precisa-se de psicólogo urgente!


Situação crítica que qualquer bobagem é motivo de choro. Que qualquer coisa é culpa minha. Um simples "não" dói demais. Se
não dão atenção é porque não gostam. Coisas que normalmente não são nem notadas. Coisas pequenas, cotidianas.. Mas que na atual condição se tornam grandes, importantes..
Lágrimas invadem os olhos e teimam em rolar rosto a baixo. Lágrimas que surgem sem motivo aparente, ou apenas de um motivo que é melhor que continue sem existir.
Vontade de falar que fica engasgada na garganta, que faz doer o peito. Vontade que é prisioneira do orgulho...
Cada brecha encontrada é uma vitória.. Cada oportunidade de fuga é um alívio.. Mas antes que a ela saía por completo o orgulho a prende novamente.
Sem sentido algumas coisas continuam.. Julgamentos tem que ser ouvidos.. Injustiças aguentadas..
Só a esperança de acordar e ver tudo resolvido que não faz enlouquecer.. Ou a utopia de tudo ser apenas um pesadelo que não quer ter fim..




Talvez se fosse a coragem falasse um pouquinho mais alto....

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Magia



A magia é o caminho para se comunicar com as potências supremas. Os magos empregam seus poderes para auxiliar as pessoas, desde que essa ajuda seja sempre realizada em harmonia com as leis que regem seu estágio e crescimento espiritual. Ela deve estar baseada na lei da simpatia, a qual entende que uma coisa pode agir sobre outra à distância, pelo fato de estarem secretamente ligadas entre si, por meio de laços invisíveis.

A fé em si mesmo é essencial para praticar a magia e, em muitos casos, é necessário o isolamento e também a abnegação.

A magia é conhecida há séculos e foi utilizada em várias civilizações. Na Idade Média, todos os praticantes de magia foram perseguidos e mortos pela igreja católica, já que se acreditava que os magos cultuavam o demônio.

A feitiçaria é diferente da magia, pois está relacionada com as forças da alma animal. A magia está direcionada ao poder que todo ser humano tem em conectar-se com o universo superior, incluindo anjos, mestres ascencionados, seres de luz, etc.

Toda pessoa é dotada de um enorme reservatório de força mágica sendo possível acessá-la por meio do uso de técnicas adequadas.


Magia (não confundir com mágica ou truque) antigamente chamada de Grande Ciência Sagrada pelos Magos, é uma ciência oculta que estuda os segredos da natureza e a sua relação com o homem, criando assim um conjunto de teorias e práticas que visam ao desenvolvimento integral das faculdades internas espirituais e ocultas do Homem, até que este tenha o domínio total sobre si mesmo e sobre a natureza. A magia tem características ritualísticas e cerimoniais que visam entrar em contato com os aspectos ocultos do Universo e da Divindade. A etimologia da palavra Magia, provém da Língua Persa, magus ou magi, que significa sábio. Da palavra "magi" também surgiram outras tais como "magister", "magista", "magistério", "magistral", "magno", etc. Também pode significar algo que exerce fascínio, num sentido moderno, como por exemplo quando se fala da magia do cinema.

A magia, segundo seus adeptos, é muitas vezes descrita como uma ciência que estuda todos os aspectos latentes do ser humano e das manifestações da natureza. Trata-se assim de uma forma de encarar a vida sob um aspecto mais elevado e espiritual. Os magos, utilizando-se de atividades místicas e de autoconhecimento, buscam a sabedoria sagrada e a elevação de potencialidades do ser-humano.

A magia é também a ciência de simpatia e similaridade mútua, como a ciência da comunicação direta com as forças sobrenaturais, um conhecimento prático dos mistérios ocultos na natureza, intimamente relacionada as disciplinas ditas ocultas, como o hermetismo do antigo Egito, como a Alquimia, a Gnose, a Astrologia. Para Aleister Crowley, é "a arte de provocar mudanças a partir da vontade" No final do século XIX ressurgiu, principalmente após a publicação do livro A Doutrina Secreta, de Helena Petrovna Blavatsky e pela atuação da Ordem Hermética do Amanhecer Dourado (Hermetic Order of the Golden Dawn), na Inglaterra, que reviveu a magia ritualística e cerimonial.

Decifrando o Amor


Fala-se do amor das mais diversas formas: amor físico, amor platônico, amor materno, amor a Deus, amor a vida. É o tipo de amor que tem relação com o caráter da própria pessoa e a motiva a amar (no sentido de querer bem e agir em prol).

As muitas dificuldades que essa diversidade de termos oferece, em conjunto à suposta unidade de significado, ocorrem não só nos idiomas modernos, mas também no grego e no latim. O grego possui outras palavras para amor, cada qual denotando um sentido específico. No latim encontramos amor, dilectio, charitas, bem como Eros, quando se refere ao amor personificado numa deidade.

Amar também tem o sentido de gostar muito, sendo assim possível amar qualquer ser vivo ou objeto.

Amor platônico
Amor platônico é uma expressão usada para designar um amor ideal, alheio a interesses ou gozos. Um sentido popular pode ser o de um amor impossível de se realizar, um amor perfeito, ideal, puro, casto.
Trata-se, contudo, de uma má interpretação da filosofia de Platão, quando vincula o atributo "platônico" ao sentido de algo existente apenas no plano das ideias. Porque Ideia em Platão não é uma cogitação da razão ou da fantasia humana. É a realidade essencial. O mundo da matéria seria apenas uma sombra que lembraria a luz da verdade essencial.

A expressão amor Platônico é uma interpretação equivocada do conceito de Amor na filosofia de Platão. O amor em Platão é falta. Ou seja, o amante busca no amado a Ideia - verdade essencial - que não possui. Nisto supre a falta e se torna pleno, de modo dialético, recíproco.

Em contraposição ao conceito de Amor na filosofia de Platão está o conceito de Paixão. A Paixão seria o desejo voltado exclusivamente para o mundo das sombras, abandonando-se a busca da realidade essencial. O amor em Platão não condena o sexo, ou as coisas da vida material.

Na obra Simpósio (de Platão), há uma passagem sobre o significado do amor. Sócrates é o mais importante dentre os homens presentes. Ele diz que na juventude foi iniciado na filosofia do amor por Diotima de Mantinea, que era uma sacerdotisa. Diotima lhe ensinou a genealogia do amor e por isso as ideias de Diotima estão na origem do conceito socrático-platônico do amor. Segundo Joseph Campbell, "não é por acaso que Sócrates nomeia Diotima como aquela que lhe deu as instruções e os métodos mais significativos para amar/falar. A palavra falada por amor é uma palavra que vem das origens.

Perspectiva filosófica

O Triunfo de Vênus, de Angelo Bronzino.Diferentemente do conceito de amor platônico, quando se fala do amor em Platão estamos nos referindo ao pensamento deste filósofo sobre o amor. A noção de amor é central no pensamento platônico. Em seus diálogos, Sócrates dizia que o amor era a única coisa que ele podia entender e falar com conhecimento de causa. Platão compara-o a uma caçada (comparação aplicada também ao ato de conhecer) e distinguia três tipos de amor: o amor terreno, do corpo; o amor da alma, celestial (que leva ao conhecimento e o produz); e outro que é a mistura dos dois. Em todo caso o amor, em Platão, é o desejo por algo que não se possui.

A temática do amor é comum a quase todos os filósofos gregos, entendido como um princípio que governa a união dos elementos naturais e como princípio de relação entre os seres humanos. Depois de Platão, entretanto, só os platônicos e os neoplatônicos consideraram o amor um conceito fundamental. Em Plutarco o amor é a aspiração daquilo que carece de forma (ou só a tem minimamente) às formas puras e, em última instância, à Forma Pura do Bem. Em "As Enéadas", Plotino trata do amor da alma à inteligência; e na sua Epistola ad Marcelam, Porfírio menciona os quatro princípios de Deus: a fé, a verdade, o amor e a esperança. No pensamento neoplatônico, o conceito de amor tem um significado fundamentalmente metafísico ou metafísico-religioso.


conceito de amor tem um significado fundamentalmente metafísico ou metafísico-religioso.

O amor original

O amor, para ocorrer, não importando os níveis: se social, afetivo, paternal ou maternal, fraternal - que é o amor entre irmãos e companheiros - deve obrigatoriamente ser permitido. O que significa ser amor permitido? Bem, de fato quase nunca pensa-se sobre isso porque passa tão despercebido que atribui-se a um comportamento natural do ser humano ou de outros seres vivos. Mas não, a permissão aqui referida toma-se por base um sentimento de reciprocidade capaz de dar início e alargar as relações de afetividade entre duas ou mais pessoas ou seres que estão em contato e que por ventura vêm a nutrir um sentimento de afeição ou amor entre si.

A permissão ocorre em um nível de aceitação natural, mental ou físico, no qual o ser dá abertura ao outro sem que sejam necessárias quaisquer obrigações ou atitudes demeritórias ou confusas de nenhuma das partes. A liberdade de amar, quando o sentimento preenche de alguma forma a alma e o corpo e não somente por alguns minutos, dias ou meses, mas por muitos anos, quiçá eternamente enquanto dure e mais nas lembranças e memórias.

Por que você me ama? Porque você permitiu. Essa frase remete ao mais simples mecanismo de reciprocidade e lealdade, se um pergunta ao outro a razão de seu sentimento de amor em direção a ele, a resposta só poderia ser essa. A razão do sentimento de amor em direção à outra pessoa recaí na própria pessoa amada, que em seus gestos, palavras, pensamentos e ações conferiu permissão a que a outra pessoa ou ser - podendo até ser um animal de estimação - o dedicasse aquele sentimento de amor.

O amor pode ser entendido de diferentes formas, e tomado por certo conquanto é um sentimento, dessa forma é abstrato, sem forma, sem cor, sem tamanho ou textura. Mas é por si só: O sentimento em excelência; o que quer dizer que é o sentimento primário e inicial de todo e cada ser humano, animal ou qualquer outro ser dotado de sentimentos e capacidade de raciocínio natural.

Todos carecem de amor e querem reconhecer esse sentimento em si e nos outros, não importando idade ou sexo. O amor é vital para nossas vidas como o ar, e é notoriamente reconhecido que sem amor a criatura não sobrevive conquanto o amor equilibra e traz a paz de espírito quando é necessário.

domingo, 27 de junho de 2010

Feliz Aniversário Mãe

Rio de Janeiro, 27 de Junho de 2010
Feliz Aniversário “Mãe”
Hoje não é somente seu aniversário
Hoje é o dia em que os Anjos dão o espetáculo ensaiado
Em todo o ano que passou...
Um espetáculo onde o amor é o personagem principal,
E a estrela é você,
Contracenando com o carinho,
Com a compreensão,
E com o amor...
A estrela em destaque em meu palco
Minha estrela chamada MÃE,
Eu desejo com todo amor que se possa existir um
Feliz Aniversário!!!
E que sua estrela permaneça no céu da felicidade.
Quando nasci, abri meus olhos pela primeira vez e assim conheci a vida.
Aquele momento foi mágico e magnífico...
Próximo a mim, eu podia sentir a existência de um amor puro e profundo, algo que nunca ninguém poderia sentir por mim...
A sensibilidade de uma mulher disposta a me dar o mundo me comovia...
Foi ai que reconheci minha mãe, nela o amor não tinha barreiras, então chorei pela primeira vez...
O tempo passa, as coisas mudam e eu fui mudando conforme o meu tempo...
Não tinha noção do que era a vida, nem tão pouco da responsabilidade que é viver!
Enfim cresci! Pude viver a vida e senti-la...
E eu que ao princípio achava ela magnífica e pura...
Meus conceitos se divergiram completamente sem rumo; prefiro acreditar...
"A vida é ótima, poucos sabem faze-la ótima!" E eu sei...
Vivo intensamente sem me preocupar com o que as pessoas achem.
Viver, viver, viver, muitos tem medo dela só não sabem que ela é uma arte e só passando por experiências errantes para superá-la.

Mãe
Neste dia especial, quero agradecer, Mãe, por tudo o que você é para mim. Você é para mim. Agradeço por todos os seus ensinamentos e pelo amor que sempre me demonstrou. Parabéns para você neste dia tão especial onde juntos, celebramos a vida, este dom especial de Deus. Peço que o Senhor da vida ilumine os seus passos por todos os caminhos por onde for caminhar, e que todos os seus dias sejam repletos de felicidade, paz, amor e muita alegria.
Sou fruto do seu amor, por isso amo você Feliz Aniversário.
Um Grande Beijo do seu filho que te ama muito Roger Hudson.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

História de Santa-Cruz/RJ (O bairro onde eu moro)




Visitei o Palacete Princesa Isabel (Um dos lugares onde ela ficou)

O Palacete Princesa Isabel construído na área da antiga fazenda imperial de santa cruz para ser a sede administrativa do Matadouro Público, foi inalgurado em 1881, com a presença do imperador Dom Pedro II. Edificação asombradada de construção solida, em pedra, tijolo maciço e cal, com tendência arquitetônica neoclássica, foi implantada e meio a um jardim em estilo inglês idealizado sob a orientação do urbanista francês Auguste Glaziou, que também concebeu os jardins da Quinta da Boavista e do Campo de Santana. São dessa época as figueiras centenárias que ladeiam o edifício, a alameda de oitis do Colégio Barão do Rio Branco e uma da pameiras imperiais defronte ao edifício. Verdadeiras sentinelas que ali permanecem e atestam um tempo fausto. O prédio abrigou uso escolar em 1886 a Escola Santa Isabel e e neste século a Escola Técnica Princesa Isabel. Atualmente abriga o Centro Cultural Municipal de Santa Cruz.

Santa Cruz (bairro do Rio de Janeiro)
Santa Cruz é um extenso e populoso bairro de classe média, média-baixa e baixa da zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, o mais distante da região central da cidade. Cortado pela Estrada de Ferro Central do Brasil (em trecho operado pela Supervia), possui uma paisagem bastante diversificada, com áreas rurais, comerciais, residenciais e industriais.

Possui 442 anos de história, estando nela preservados importantes monumentos. É, porém, um local de contrastes. É um dos bairros mais populosos.

Santa Cruz, primeiro bairro no Brasil a ter energia elétrica.
Bairro onde Dom Pedro II morou.

Hoje pela manha, quando o Sol estava nascendo eu e meu namorado Dhyogo, fomos caminhar e correr pela Avenida Brasil, Após 40 minutos de exercícios, fomos na Vila Olimpica para nos matricular na aula de natação, aproveitando ele me levou em varios lugares históricos aqui de Santa Cruz, foi muito emocionante por passei por lugares onde nunca me imaginei a conhecer, tirei foto em frente uma censala onde ficava os escravos, passei por um rio onde escorria todo o sangue dos bois, pois como muitos bois eram mortos para comercialização, havia muito sangue, então este sangue ia direto para um corrego do Rio, e este rio era tomado por muito sangue, Visitei a casa onde a Princesa Isabel ficava...

Mais pra frente estarei postando sobre Santa Cruz!

domingo, 20 de junho de 2010

My Family






Naquele momento me dei conta do quanto sou especial, para tal pessoa que me ensinou a escrever meu nome naquela noite fria, quando lagrimas corria dos seus olhos ao saber que eu iria morar com meus pais. Eu me sentia protegido acolhido em seus braços... Como entender tanto carinho uma noite jamais esquecida que a vi chorar pela primeira vez.
Obs: Minha Tia Lilían numa noite de Verão de 1997 ao saber que eu iria morar com meus pais...

12 anos depois

Dia 20 de junho de 2010...
recebi a visita da minha tia "Lilían" acompanhada do seu marido "Leonardo"
na casa do meu namorado Dhyogo.
Foi uma visita ilustre jamais esquecida, uma visita muito especial, Pois ela não significa só uma tia mas sim uma Mãe que sempre me da conselhos quando preciso, que me acolheu quando eu mais precisei, que me deu apoio quando eu não tinha a quem recorrer. Que foi a primeira pessoa a me ensinar escrever a letra J...
Faz parte de mim!
Mais uma lembrança, foi a primeira pessoa da família a conhecer a família do meu namorado!
Isso é inesquecivel!
Te amo Tia.....

Obrigado por ter percorrido mais de 4 horas de viagem para me visitar.
Espero que tenha gostado do café da manhã que foi preparado com muito amor e carinho por mim e pelo Dhyogo.

Saiba que todos aqui gostaram da sua visita... E esperamos retorno!

Final do ano vem ai, que tal um acampamento em uma pousada na Ilha Grande?
Vamos planejar algo bem legal!

Obrigado por tudo!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Eu quase posso ver


O sonho que estou sonhando, mas há uma voz dentro da minha cabeça dizendo: Você nunca vai alcançá-lo. Cada passo que estou dando, cada movimento que eu estou fazendo parece perdido sem direção, minha fé está abalada. Mas eu tenho que continuar tentando, tenho que manter minha cabeça erguida.

Já não vou mais pedir


Um só sorriso pra você. Eu quero mais que na sua vida ser só mais um peso, não sei, vou dar um basta ao sofrimento e a gente já não rola há muito tempo. Pra quê tentar, valeu demais a nossa experiência e é só botar a mão na consciência não tava dando pra continuar, valeu tudo. Em nome dessa nossa amizade temos que encarar a realidade, o que não é pra ser deixa pra lá. Tá faltando sentimento e a gente já não rola há muito tempo.

Pensava que eu e você


Teria tudo pra dar certo, me entreguei. Briguei até com os meus amigos pra ficar contigo, você venceu e fui ficando, fui gostando a ninguém dei ouvidos, mas descobri que você só queria ver meu coração ferido. Você me deu amor sem amar, será que você não tem sentimento? Me fez sofrer, fez chorar mas nunca apaguei você do pensamento. Dói, saber que eu deixei outro amor por você, mas no final das contas só me fez sofrer. Mas se bater saudade vou me controlar, só não sei se quando você me ligar eu vou me segurar pra não lhe atender.

Dar amor, quem não me ama


É paia, tô fora. Finge pra me ter na cama, comigo não rola. Me deixou na solidão mas agora eu tô de boa, tá querendo meu perdão é Deus quem perdoa, não dá mais.. Eu te amava sim, e a mínima pra mim?! Nunca dava tchau, abraço pra você! Me toquei, quero nunca mais nós dois só cama e depois, sentimento.. Era. A ficha caiu, posso ver. Some do meu lado eu não quero perder nem mais um segundo do meu tempo com você.

É difícil dizer adeus


Quando se quer ficar, é difícil sorrir quando se quer chorar, é difícil ter que esquecer quando se quer amar.

Nem sempre as coisas acontecem


Como queremos e nem sempre falamos o que sentimos. Sei que lhe devo desculpas. Tento ser a melhor que posso, assumindo meu lado passivo, mas de repente, já estou agindo impulsivamente e o que não era para acontecer, acaba acontecendo. Vou mudar e tentar não cometer os mesmos erros. Não queria e não quero te machucar. Você está sempre ao meu lado e é o lado bom da minha vida. Assim como você é capaz de me entender, eu também serei capaz de melhorar e mudar. Me desculpe. Você é muito especial para mim. É responsável por eu acreditar que a felicidade está perto de mim. Te ofereço o que tenho. Meu amor, meu corpo e minha alma, minha amizade, que nos faz bem e é verdadeira. Não queria que tudo acabasse por causa de uma coisa tão fútil e que me arrependi de ter feito.

Você é forte.


Quando pega sua mágoa e ensina a sorrir. Você é corajoso quando supera seu temor e ajuda os outros a fazer o mesmo. Você é feliz quando vê uma flor e se vê abençoado. Você é amoroso quando sua própria dor não lhe faz cego à dor dos outros. Você é sábio quando conhece os limites de sua sabedoria. Você é verdadeiro quando admite que há vezes em que você se engana. Você está vivo quando a esperança de amanhã significa mais a você do que o erro de ontem. Você é livre quando têm o controle de si e não deseja controlar os outros. Você é honrado quando descobre que sua honra é honrar os outros. Você é generoso quando pode receber tão docemente quanto você pode dar. Você é humilde quando você não sabe como pode ser humilhado. Você é atencioso quando me vê exatamente como sou e me trata exatamente como você é..

sábado, 22 de maio de 2010

Sou frágil... sou forte..


Roger Hudson, O menino medroso seria o adjetivo certo para definir-me. Eu queria ser corajoso, valente, mas isso passa longe de mim. Tenho Medo de altura, de escuro... de perder pessoas que amo, de não poder realizar todos os meus sonhos, medo de cair da escada, de tropeçar em uma pedra, medo de ficar perdido, de não acordar de manhã, de esquecer quem sou, de perder a memória, medo do caráter das pessoas, da caminhada que ainda tenho que percorrer neste minha vida, medo do rumo que minha história esta seguindo ( será ela certa ou não?), medo da humanidade, da desumanidade, medo do homem que fala alto demais quando quer chamar a atenção, medo da mulher vulgar que acha que corpo é tudo, medo do sol que pode acabar com minha pele, medo da noite que pode me trazer pesadelos, medo da separação dos meus amigos, da separação das minhas idéias. Tenho medo de perder as mulheres mais especiais da minha vida ( minha Mãe, Minha Vovó, minha Tia Lilian, minha amiga Luana), Medo de não conhecer frente a frente minha diva Anahí, medo de não ver meus afilhados crescerem, medo de não ser tão competente como sempre achei que fosse. Tenho medo de um dia tirarem meu tapete, destruírem minha imagem, acabarem comigo por tão pouco, tenho medo do sofrimento ( logo eu que já sofri por tudo e tão pouco) , tenho medo das lágrimas que corre nos rostos do ser vivente ( Até que ponto são verdadeiras?), tenho medo do amor que as pessoas dizem que tem no coração e que estão distribuindo ao próximo, da hipocrisia, da falsidade ( dentre todas acho essa pior, ela acaba com o ser humano de uma forma horrível.) Tenho medo e como tenho disso >> tenho medo do adeus, da despedida de nunca mais ver uma pessoa que tanto dediquei meus dias, tenho medo da saudade, pois ela enlouquece ( já quase me matou uma vez). Tenho medo de amar, amar errado, amar de novo, amar por amar, amar e não ser amado tenho medo do amor de novo. Tenho medo do tempo, ele anda me trazendo a idade, dizendo que tenho que ficar mais velho, que daqui a pouco algumas pessoas vão embora porque ja está na hora, tenho medo porque é ele que diz que a festa acabou que o beijo acabou que estou atrasado, é ele que diz que minha vida está passando diante de meus olhos e eu não tenho muito que fazer a não ser Viver. Tenho medo da chuva branda que me traz resfriado, e da chuva forte que me traz desespero. tenho medo do vento, ele me lembra situações difíceis em que eu não fui capaz de resolver e deixei ser levado pela acomodação. Tenho medo do Branco, por ser tão branco e, eu, sem querer poder sujar. tenho medo de falar e falar errado, não gramaticalmente , mas falar errado no sentindo de ofender que não é para ser ofendido, na hora em que tem que ser. Tenho medo de respirar e achar que to matando um japonês como disse chaves. kk
tenho medo de gritar a acordar minhas lembranças e elas voltarem a me atormentar. Tenho medo de nunca parar de ter espinhas, de nunca ter o cabelo liso. kk tenho medo der ser adulto, já quase sou, mas prefiro achar que ainda sou um jovem que pode tentar curtir a vida. Tenho medo de ter 25 anos, assim como tive medo de ter 10,15, 16 e assim por diante. Tenho medo de nunca ganhar meu presente de 6 anos ( Minhas asas), Tenho medo de voar de asa delta ( mais eu quero). Tenho medo que a única coisa que eu tenha para contar para meus netos seja que eu tive medo...
medo de tudo...
Mas sabe o meu medo faz parte da minha arte de viver. Quanto mais medo eu tenho das coisas, mas eu arrisco a fazer. E eu não sossego enquanto não consigo. O medo é minha motivação. O medo é minha porta. É através dele que eu me olho no espelho e digo a mim mesmo que eu Posso... Porque não??
Quem sabe um dia esse mesmo medo se canse de me amedrontar, talvez seja o dia em que eu fecharei meus olhos para sempre. Porque ter medo, sentir medo faz parte da personalidade do menino David França. É minha marca. Minha identidade. E Eu amo ser assim.
Sou frágil... Sou forte..
sou como um copo de vidro já ouviu falar??
Se me tacarem no chão... Infelizmente eu quebro... Mas se pisarem em mim... Eu corto! OBS:
A única coisa que não tenho medo é de dizer Eu Te Amo Dhyogo.